O que é reserva de emergência

Anúncio

O que compõe uma reserva de emergência?

Reserva de emergência é uma poupança essencial que você forma com o intuito de cobrir despesas inesperadas ou períodos de falta de renda, como em casos de doença, perda de emprego.

Pense nisso como um colchão de segurança financeira que pode protegê-lo(a) de dívidas indesejadas e stress em tempos difíceis.

Anúncio

Este fundo deve ser composto por dinheiro o suficiente para cobrir de três a seis meses de despesas fixas.

Despesas fixas são aquelas essenciais para a manutenção do seu dia a dia, como:

Por que é importante?

Uma reserva de emergência oferece tranquilidade financeira. Sabendo que você possui um fundo para recorrer, você pode tomar decisões de vida e trabalho com menos pressão.

Sem ela, qualquer imprevisto pode resultar em dívida, o que pode levar a um ciclo vicioso difícil de quebrar.

Além disso, com esse fundo, você pode evitar usar créditos com juros altos, como o do cartão de crédito ou cheque especial, que podem comprometer ainda mais sua saúde financeira.

Onde guardar sua reserva de emergência?

Sua reserva de emergência deve estar facilmente acessível, mas também segura. Opte por investimentos de baixo risco e de liquidez imediata, como a poupança, CDB com liquidez diária ou Fundos DI.

Evite investir esse dinheiro em ações ou outros investimentos voláteis, já que o valor de mercado pode variar muito, dificultando que você retire o montante total quando realmente precisar.

Como calcular o tamanho ideal da sua reserva de emergência

O que é reserva de emergência
O que é reserva de emergência

Calcular o tamanho ideal da sua reserva de emergência é essencial para assegurar tranquilidade financeira em tempos de incerteza.

Este guia passo a passo te ajudará a entender melhor suas necessidades e a planejar adequadamente.

Analise suas despesas mensais

Para iniciar, é crucial saber quanto você gasta todos os meses. Inclua tudo, desde contas essenciais, como aluguel e contas de serviços públicos, até gastos variáveis como alimentação e lazer.

Essa análise detalhada é o ponto de partida para entender o mínimo necessário para cobrir suas despesas mensais sem renda adicional.

Determine o período de cobertura

Em seguida, decida por quanto tempo você gostaria que sua reserva de emergência cobrisse suas despesas.

Especialistas financeiros geralmente recomendam um período de 3 a 6 meses, mas isso pode variar de acordo com a estabilidade do seu emprego e seu nível de conforto.

Considere fatores como a estabilidade do seu setor e quão rapidamente você acredita que conseguiria encontrar outro emprego caso fosse necessário.

Multiplique suas despesas mensais pelo período de cobertura

Com suas despesas mensais em mãos e um período de cobertura em mente, calcule: Despesa Mensal x Meses de Cobertura = Reserva de Emergência.

Por exemplo, se suas despesas mensais são R$2.000 e você decide por um período de cobertura de 6 meses, então você deveria visar uma reserva de emergência de R$12.000.

Considere ganhos e despesas inesperadas

Uma reserva de emergência deve ser robusta o suficiente para cobrir também despesas inesperadas.

Pode ser a perda de um emprego, uma despesa médica imprevista, ou mesmo reparos urgentes em casa.

Avalie históricos de despesas inesperadas para incluir uma margem adicional de segurança na sua reserva.

Comece pequeno

Se o cálculo final parece assustador, lembre-se de que o importante é começar.

Mesmo que inicialmente você não consiga atingir o valor ideal, começar a poupar agora e definir metas alcançáveis para aumentar sua reserva fará uma grande diferença a longo prazo.

A construção de uma reserva de emergência é um processo em evolução. Revise-a pelo menos uma vez por ano ou sempre que houver uma mudança significativa na sua vida financeira.

Assim, você garantirá que sua reserva continue atendendo às suas necessidades.

Recursos úteis:

Dicas para começar a construir sua reserva de emergência

Construir uma reserva de emergência é essencial para sua tranquilidade financeira. Aqui estão algumas estratégias práticas para te iniciar nessa jornada:

Estabeleça um Objetivo Claro

Defina quanto você precisa economizar e em quanto tempo pretende alcançar esse montante. Isso oferece um norte para suas ações.

Revise Seus Gastos

Analisar com atenção os seus hábitos de consumo pode revelar oportunidades para cortar gastos dispensáveis e direcionar mais dinheiro para sua reserva.

Automatize Suas Economias

Configure transferências automáticas para sua conta de reserva. Tratar a economia como uma despesa recorrente facilita a construção do hábito de poupar.

Incremento Gradual

Comece com valores pequenos, adaptáveis ao seu orçamento, e aumente esses valores gradualmente. Isso torna o processo menos intimidador e mais gerenciável.

Aporte Extra

Use rendas extras, como bônus do trabalho ou restituições de imposto, para impulsionar sua reserva de emergência. Esses aportes podem ajudar a atingir seu objetivo mais rapidamente.

Links úteis:

Economize em Grupo

Considerar um grupo de economia com amigos ou familiares pode criar uma rede de apoio e incentivo mútuo, tornando o processo mais agradável e efetivo.

Lembre-se, o importante é dar o primeiro passo e continuar progredindo.

Com determinação e as estratégias certas, alcançar a sua reserva de emergência se tornará não apenas uma possibilidade, mas uma realidade.